Johannes Janzen


  Q U I N T A - F E I R A ,   3 1   D E   M A R Ç O   D E   2 0 1 6




Larmer considera um argumento como segue (ver original aqui):

1) Se alguém é um naturalista metafísico, então deveria ser um naturalista metodológico, isto é, jamais postular entidades não físicas como a causa de um evento físico.
2) Não se deveria acreditar em entidades não físicas sem boa evidência.
3) Não há boa evidência para entidades não naturais.
4) Portanto, não se deveria aceitar o naturalismo metafísico, e por extensão lógica, o naturalismo metodológico.

Ele então desenvolve um diálogo entre um naturalista metafísico e seu oponente acerca da premissa 3.

NN [oponente]: Eu discordo que não há boa evidência para entidades não naturais.

MN [naturalista metafísico]: Tal evidência não pode existir.

NN: Por que?

MN: Porque qualquer investigação das causas de eventos físicos deve empregar o naturalismo metodológico, isto é, deve considerar que, em princípio, nunca é legítimo considerar uma causa não natural para um evento físico.

NN: Lembre-me uma vez mais para uma boa razão para pensar que o naturalismo metafísico é verdadeiro.

MN: Uma boa razão para pensar que o naturalismo metafísico é verdadeiro é que não há boa evidência para existência de entidades não naturais.

NN: Será que o naturalismo metodológico nunca permitiria postular uma entidade não natural como a causa de um evento físico?

MN: Não. Já apresentei isso de forma clara.

NN: Deixe-me ver se entendi corretamente. A sua aceitação do naturalismo metafísico é baseada no fato que não há evidência que entidades não naturais alguma vez causaram eventos físicos?

MN: Sim.

NN: E o seu endosso do naturalismo metodológico decorre de sua aceitação do naturalismo metafísico?

MN: Sim.

NN: Isso parece uma petitio principii ("petição de princípio"). Você endossa o naturalismo metafísico com base que não há evidência que entidades não naturais jamais tenham causado eventos físicos, mas adota uma metodologia que exclui a possibilidade de jamais reconhecer evidência de causas não naturais. Você está usando sua metafísica para justificar sua aceitação do naturalismo metodológico, mas sua aceitação do naturalismo metodológico serve para garantir que mesmo que existam evidência para existência de causas não físicas jamais poderão ser reconhecidas como tal.


  Palavras-chave: petição de princípio, naturalismo metodológico, naturalismo, naturalismo metafísico

Enviado por: Johannes Janzen  |  1310 views   

   Postagens relacionadas


   Deixe aqui seu comentário

Nome *:
E-mail *:
  (não será publicado)
Título:
Texto *:
Texto da Imagem *:
  (sem espaços)
 

   Comentários (1)

Cómo obtuve mi préstamo
Olá amigos.
Você precisa de um empréstimo urgente para começar um negócio, expandir seu negócio, comprar um carro, resolver problemas pessoais, pagar suas dívidas, comprar uma casa e outros imóveis e pagar ao longo dos anos? É possível porque estou feliz em compartilhar o testemunho com você.

Eu precisava de um empréstimo urgente de US $ 75.000 para comprar uma casa. Enviei um pedido de empréstimo a várias empresas de empréstimo que prometeram ajudar, mas me enganaram e nunca me ajudaram até que um amigo me apresentasse aos empréstimos de Graceland e à companhia de hipotecas, que o ajudou antes. Entrei em contato com eles por meio de seu e-mail (gracelandloans.mortgages@gmail.com) e eles prometeram me ajudar. Em apenas 3 dias depois de ter verificado meus detalhes e ID, recebi o empréstimo de 75.000 USD na taxa de juros de 3%, como prometia sem qualquer tipo de estresse ou atraso. Eu nunca pensei que ainda existiam empresas de empréstimo confiáveis ​​e legítimas lá fora depois que eu me decepcionei separadamente até eu me encontrar com empréstimos de Graceland e companhia de hipotecas, que de fato me ajudaram com o empréstimo que eu buscava e mudou minha crença

Eu prometi empréstimos de graceland e companhia de hipotecas que eu continuarei dizendo às pessoas sobre eles. Então, se você precisar de um empréstimo urgente e genuíno, entre em contato com eles hoje e você também irá testemunhar

Enviado por: Maria Elano  |  Data: Qui, 14/12/2017 às 19h56   




   Pesquisar

   Arquivo

   Sobre mim
   Johannes G. Janzen é professor de engenharia na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Possui doutorado em Hidráulica e Saneamento pela Universidade de São Paulo com período sanduíche na Universidade de Karlsruhe, Alemanha. Tem experiência na área de Engenharia Civil e Ambiental com ênfase em Fenômenos de transporte e Hidráulica.

   Postagens mais recentes

   Postagens mais vistas

   Comentários recentes

   Palavras-chave

   Twitter

   Facebook

O conteúdo deste website, salvo indicações, é de uso exclusivo da
Sociedade Origem e Destino - Copyright © 2011